Conheça os fantasmas do fim de ano

Conheça os fantasmas do fim de ano

O fim de ano é um período considerado perigoso para aqueles profissionais que trabalham com saúde mental.
Isso porque é uma data simbólica, onde se quebra a rotina e encontros indesejados podem acontecer, inclusive encontro com nós mesmos.
Quando falamos de uma data simbólica, estamos falando de rituais e formas que os indivíduos possuem para se expressarem, para que experiências e vivências possam vir à tona, incluindo nossos aspectos conscientes e inconscientes.

Qual a direção certa?

Podemos passar o ano mergulhados em atividades que supostamente nos levariam alcançar aquela meta pré-definida nos primeiros dias de janeiro e nas quais muitas vezes nos perdemos. Porém essa pausa do final de ano é marcada por uma avaliação do caminho que estamos percorrendo, nos questionamos se os passos que estamos dando estão na direção certa.

Essa pausa muitas vezes nos leva a mergulhar em nós mesmos e esse mergulho nem sempre é agradável. Simbolicamente estamos finalizando um ciclo e iniciando outro, mas o que fazer em um ano de pandemia, onde se teve uma limitação concreta das possibilidades e caminhos nos quais gostaríamos de ter percorrido? E quando se tem a sensação de que o ciclo
não se completou, ou que ritual está ameaçado?

Noção de tempo

A questão é: independente de estarmos vivendo uma pandemia, é importante falarmos sobre a noção de tempo.

Teoricamente, o tempo passa mais devagar para as crianças,
isso porque suas conexões sinápticas estão em formação e sua capacidade de aprender com a experiência é maior. O Psicanalista Cristian Dunker, exemplificou de forma fantástica essa relação com o tempo, em suas palavras “ a experiência lentifica o tempo, e a vivência o comprime”.

Por isso, quando vamos viajar o caminho de ida parece mais longo que o caminho de volta. Em outras palavras, quanto mais experiências tivermos em nossas vidas e menos vivências repetidas e sem alma, mais teremos a sensação de que nosso caminho é curto ou ainda pior, com a triste sensação que quase nada aconteceu.

Quais são esses fantasmas?

Aqui então estamos falando dos fantasmas que nos assombram no fim de ano que resumidamente pode ser expresso como o sentimento de falta, existe um buraco que deveria estar preenchido, seja aquela pessoa que se foi para outro plano, seja aquele parceiro que deveria estar ”idealmente” nos preenchendo ou até aquela promoção no trabalho, há sempre algo que falta.

No entanto ao invés de ficar buscando tampar esse buraco, que tal caminharmos rumo a maturidade? Aceitando o mal estar e as angústias
e entendendo que esse momento pode ser uma bússola rumo ao novo.

Arrisque-se e experimente criar rituais que façam mais sentido para você, saia das vivências vazias e repetidas e crie experiências.

Para saber mais sobre assuntos como esse, acesse o nosso instagram!

Texto: Ana Cláudia Geraldo – CRP: 06/138387

O post Conheça os fantasmas do fim de ano apareceu primeiro em Blog | Conexa Saúde.



Fonte: Blog | Conexa Saúde

Deixar uma resposta

1 × 2 =

0
    0
    Carrinho de Compras
    Seu carrinho está vazio.Retornar a Loja